Avaliação de ponto comercial, Comportamento do consumidor, Gestão empresarial, Marca, Mercado, Modelo de negócio, Mundo virtual, Oportunidade de negócio

No novo sentido de ser do varejo


desafio

Com as mudanças do comportamento do consumidor, o avanço tecnológico nos negócios e na vida das pessoas; vem gerando uma verdadeira revolução no pensar estratégico quanto a finalidade e a importância do ambiente físico do varejo.

O avanço das mudanças nas estratégias dos pontos comerciais vem forçando  a mudanças para sobreviver, principalmente nos segmentos que mais se vende no comércio eletrônico e outros que possuem uma visão de vanguarda.

O comportamento dos consumidores estão dando relevância para o varejo que promova novas abordagens de relacionamento e uso inovador do ambiente.

Exemplos dessas estratégias que proporcionem:

– promover experiências com o produto e ou no ambiente

– encontros sociais

– centros de conhecimento, aprendizagem e informação

– locais de recreação

– locais de relaxamento

O empresário para aplicar alguma dessas estratégias precisa conhecer os seus clientes e o comportamento de consumo dos produtos que comercializa. A partir desse conhecimento. Se poderá escolher uma abordagem mais coerente para gerar interação com os clientes e seus amigos. Seja coerente e original para ganhar legitimidade a adesão dos clientes a sua proposta!

Anúncios
Avaliação de ponto comercial, Comportamento do consumidor, Consultoria, Gestão empresarial

Um olhar de fora…


Foto: Conceição Moraes
Foto: Conceição Moraes

Todo ser humano tende a se acostumar com seu entorno e não mais visualizar e discernir o que é bom e ruim quando envolve pequenos detalhes. Tudo passa ser normal para seu dia a dia.

O grande problema é quando isso acontece em um ambiente empresarial, e principalmente, no varejo – área de vendas.

Então para você tomar uma vacina contra esse mau, se algumas dicas:

– contrate uma consultoria para avaliar seu ambiente de vendas e seu atendimento, abordando as questões de merchandising.

– se no momento, você não está com recurso para tal chame um amigo e peça ajuda para:

  1. Fotografar toda sua empresa nos mínimos detalhes: fachada, rua, espaço de estacionamento, vizinhança, toda área interna, sinalização da empresa, como os produtos estão arrumados, forma que os preços estão identificados, limpeza, visual de quem está no atendimento, etc.
  2. Observar o ambiente externo da empresa, como os clientes chegam a sua loja e se possuem alguma espécie de dificuldade.
  3. Anotar quantos clientes entram na empresa e quantos saem com alguma sacola de compra.
  4. Se seus clientes levam com frequência crianças e como elas se comportam da empresa e em que área ou momentos que geram irritação para os país
  5. Como está a acessibilidade para pessoas com deficiência visual e física
  6. Observar qual o caminho mais frequente que os clientes circulam na empresa e as áreas que ele menos circula.
  7. Anotar tudo que os clientes mais reclamam e gostam
  8. Anotar os itens que os clientes procuram e que sua loja não tem.
  9. E outras questões pertinentes a sua atividade

Consolide todas essas informações, pois eles são valiosas e significam um diagnóstico da sua empresa.

Comece a ler o relatório, reflita, pesquise sobre as melhores práticas do mercado e planeje suas melhorias. Caso o grau de complexidade seja grande para você, procure o atendimento da orientação empresarial do Sebrae para analisar as informações ou busque o programa SEBRAEtec para consultoria em layout e identidade visual.

Nunca deixe de renovar o ambiente da sua empresa!

Boa Sorte!!!

Avaliação de ponto comercial, Gestão de serviços, logística, Mundo virtual, Statups, vendas

A tecnologia: uma solução para novos pontos comerciais


Todo empresário que atua no varejo sonha com um  ponto comercial onde concentra seus clientes potenciais. Só que esse sonho a cada dia fica difícil com a saturação de empresas nos grandes centros comerciais e pela especulação imobilária.

O avanço tecnológico vem trazendo uma grande contribuição para se abrir negócios em lugares imagináveis, com uso de um espaço mínimo, quebrando a regra de custo e indicadores de venda – mas concretizando sonhos!

Um dos grandes exemplos é o que aconteceu no metro na Coreia do Sul com o lançamento de uma filial do supermercado inglês, chamado Tesco, que utilizou as paredes da plataforma como vitrine e ao mesmo tempo gôndolas para compras on-line dos seus produtos com entrega a domicílio. Como se pode assistir no video a seguir:

 

Pode-se também ver um exemplo similar no Aeroporto de Portugal para apoiar aquelas comprinhas de última hora que resolve a vida e necessidades de muitos viajantes, como se pode visualizar na fotografia abaixo:

Fotógrafa: Conceição Moraes

Essas experiências vem contribuir e quebrar mitos sobre como instalar um ponto comercial, além de redefinir o processo de gestão e indicadores de venda, como por exemplo: o processo de merchandising, reciclagem das imagem a serem apresentadas para os clientes, indicadores de vendas por espaço utilizado, gestão de estoque, além do processo logístico.

Análise a viabilidade e busque alternativas criativas para sua empresa!

Avaliação de ponto comercial, Comportamento do consumidor, Diferencial estratégico, Gestão empresarial, Marca, Memória, Mercado, Mundo virtual, redes sociais

Sua empresa está geolocalizada?


No dias atuais muitos empreendimentos formais tradicionais ou não, pontos históricos ou locais interessantes para serem visitados precisam estar geolocalizados, caso você queira  ser encontrado na sociedade atual.

Essa sociedade inclusa digitalmente utilizam a internet para se localizar, pesquisar, traçar rotas e planejamentos de viagens, além de poderem fazer escolhas com as alternativas que aparecem em suas telas.

A partir dessa geolocalização as pessoas começam a curtir e divulgar esses espaços que visitaram, em outras palavras, fazem a propaganda de boca a boca pela web.

Esse mundo é sem fronteira e poderá contribuir até as pessoas que não moram na cidade localizem facilmente e vejam a opinião das pessoas a respeito da localização.

Alguns sites para vocês pesquisarem e para ontem registrarem a existência suas empresas:

http://maps.google.com.br/maps?hl=pt-BR&tab=wl

https://foursquare.com/

https://www.facebook.com/TravellerspointTravelMap

http://www.tripadvisor.com.br/

E outros que vocês venham considerarem interessantes e estratégicos para seus negócios.

Avaliação de ponto comercial

Como avaliar um ponto comercial: primeiros passos…


Pensando nas pessoas que não sabem por onde começar a avaliação de um ponto comercial, segue algumas dicas: leia este meu artigo postado no blog do Empreendedor

Aproveite a leitura e vamos debater as dificuldades que poderão surgir!

Avaliação de ponto comercial, Oportunidade de negócio, Planejamento, Plano de negócio

Varejo: como avaliar o ponto comercial?


Cada segmento de negócio no varejo possui peculiaridades que influenciam a sua melhor localização. Para contribuir nessa análise, seguem alguns aspectos que podem colaborar para o sucesso ou insucesso da escolha do seu ponto comercial para esse segmento:

  • Posicionamento do sol: evitar que o empreendimento seja localizado com a frente da loja para o poente.
  •  Trânsito: averiguar fluxo de carros e ônibus quanto à velocidade praticada; congestionamento; origem e destino de ônibus e carros; localização de ponto de ônibus e de taxi; áreas permitidas para estacionamento. 
  • Vizinhança: pontos comerciais e residências existentes.
  • Infraestrutura predial: instalações elétricas e hidráulicas, além do estado de conservação da área de alvenaria.
  • Legislação municipal: regras de utilização para ponto comercial, manutenção de área verde, estacionamento. 
  • Projeto governamental: analisar a existência de algum projeto de intervenção na área, de curto ou de longo prazo, tais como, mudança de transito construção de viadutos, metrô e outras intervenções que venham a interferir na rotina do local. 
  • Pessoas: o perfil de quem mora, de quem circula e frequenta a localidade. 
  • Identificar e qualificar barreiras de acesso ao ponto comercial, como degraus, estado de conservação da calçada, quiosques, árvores ou postes que dificultem a visibilidade do ponto comercial. 
  • Relevo predominante na  localidade: plano e/ou acidentado.

Esses aspectos citados e tantos outros poderão interferir, com maior ou menor investimento, para instalação de sua empresa, como também a possibilidade de acesso a potenciQuanto ao posicionamento do sol no poente, pode interferir no fluxo de pessoas e na visualização da empresa durante o período da tarde, quando os clientes podem preferir caminhar no outro lado da calçada e você terá que colocar algum suporte para proteger a empresa da incidência do sol.

A realidade do trânsito possui vários aspectos:

  • Uma parada de ônibus e/ou de táxi impediria a possibilidade de estacionamento de carros. Se o potencial cliente utiliza ônibus, com frequência, ótimo. Caso não utilize, fuja. Reavalie a sua escolha.
  • De acordo com o fluxo desse trânsito, precisará de um bom estacionamento, além de placa e fachada que permita boa visibilidade da empresa.
  • O sentido do tráfego dos carros poderá ajudar ou dificultar o acesso, de acordo com a conveniência de seus clientes.

Quando a vizinhança for composta, principalmente, por pontos comerciais, observar qual a área que possui maior concentração de pessoas circulando, pois alguns centros comerciais possuem ruas com muita movimentação e, outras, não. Isso significa ser arriscado; escolher ruas com pouco circulantes.
 
Além de analisar se as empresas vizinhas terão algum tipo relação com o mix de produto que será comercializado, pois, a vizinhança de empreendimentos poderá contribuir para atrair mais clientes.

O perfil das pessoas presentes no ambiente é muito importante para ser observado. Essas pessoas poderão representar a chave do seu sucesso. Analisar quantidade, direção, horário e perfil socioeconômico.

Deve-se, ainda, averiguar a Lei Municipal e projetos de intervenção na localidade. A partir dessas informações se terá conhecimento de oportunidades ou ameaças para o bom funcionamento do seu negócio.

As barreiras de acesso à sua empresa, por incrível que pareça, existem. E, muitas vezes, passa despercebida na hora de definir sobre o ponto comercial. Calçadas, iluminação pública, ruas com ladeira (quando isso não fizer parte de toda área comercial), muro lateral do empreendimento vizinho, obstruções na rua, posicionamento de placas e árvores – tudo isso poderá facilitar ou prejudicar a visualização ou o acesso à sua empresa.

Todos esses pontos citados devem ser observados. Um empreendimento no varejo precisa ter uma localidade de fácil acesso aos clientes, além de gerar atratividade e conveniência para seus potenciais clientes. Muitas vezes, as boas negociações estão na “venda por impulso” e, poucas, nas planejadas.  Isso significa facilidade de localizar e entrar na sua empresa.