Empresário, Geração X, Y e Z, Gestão empresarial, Inovação, Mundo virtual

Como as pequenas empresas estão se preparando para lidar com as novas gerações de clientes?


Como Bob Dylan expressou: “Existe alguma coisa acontecendo aqui, mas não sei o quê?”

O comportamento do consumidor, o comportamento organizacional, em fim a sociedade está em processo de mudança. As novas gerações de consumidores gostam de inovação, querem ser co-autores das invenções e serem os seus promissores. Possui baixa tolerância a lentidão de processos e não conseguem viver sem tecnologia – a internet faz parte de suas vidas como para o lápis, a caneta, o telefone fixo, as cartas faziam parte na vida diária das antigas gerações. Começamos a ver notícias dessa mudança quando olhamos algumas estatísticas como por exemplo:

  • O crescimento de 10% do uso da internet no mês de julho de 2009, esse aumento representa 36,4 milhões de usuários (IBOPE Nielson).
  • Um jovem chamado Mark Zuckerberg, criador do facebook, que vale em torno de 10 bilhões de dólares.
  • A eleição de Obama com o uso de ferramentas tecnológicas para se comunicar com um público, até então, ausente na política…
  • A criação de negócios e uma economia virtual acontecendo no Second life.
  • E outras notícias que se você procurar, acha…. e pode até passar a impressão de que é brincadeira ou “game”, mas tem gente ganhando dinheiro com isso…

O comportamento organizacional, tem mudado, já se fala do poder das instituições sem organização. As pessoas trabalhando gerando a circulação de recursos financeiros harmonicamente sem ter espaços físicos estruturados e regras formais. Algumas empresas que já mudaram seu processo de seleção e captação de competências para poder reagir neste mercado. Estratégias usadas no mundo real, perdendo sua eficácia no mundo virtual. O poder está na rapidez de tomar decisões e gerar conhecimentos ao mesmo tempo em que há uma atuação colaborativa entre os membros dessa empresa.

A sociedade está vivendo cada vez mais duas vidas: a real e a virtual. O que mostra no mundo real que é o isolamento e o aumento da privacidade das pessoas, na vida virtual é o contrário, as pessoas expõem suas vidas e sentimentos em redes sociais, como orkut, facebook, flick, unyk, plaxo, linkedIn, blogs, msn, second life e por outros meios de software na internet. Um verdadeiro paradoxo! Clay Shirky, já diz que não acontece revolução quando a sociedade adota novas tecnologias, mas quando a sociedade adota novos comportamentos.

As pequenas empresas precisam acordar para essa revolução, pois ela veio para ficar e sua competitividade dependerá de suas ações nesse novo mundo e comportamento….

Anúncios
Empreendedor, Empresário, Inovação

Qual foi a última vez que sua empresa inovou?


Cada atividade empresarial possui seu ritmo inovativo e suas respectivas tendências. Cabe cada empresário, identificar quais as fontes de informações que poderão estar buscando para se atualizar sobre as novidades que estarão por vir.

Em algumas atividades, as fontes de informações poderão ser acessadas através de fornecedores, revistas do segmento, literaturas, pesquisas científicas das universidades, em feiras e eventos do segmento, além de realizar visitas técnicas em cidades ou regiões que são referência nacional e ou internacionalmente do segmento que sua empresa atua.setas1

(1) Ao captar essas informações, deve-se analisar através da seguintes:

  • Qual a previsão das tendências identificadas virarem regras de atuação no mercado?
  • Quais das tendências estão mais relacionadas com o mercado e público-alvo que você atua?
  • Qual a realidade da sua empresa perante essas tendências? Está próximo ou está muito distante?
  •  Quais os impactos dessas tendências no mercado e na sua empresa?

(2) Ao decidir quais as tendências que serão inseridas para sua empresa, verificar:

  • Qual o momento que deverão ser utilizadas? De imediato? Só daqui a 6 meses a 1 ou 2 anos?
  • Quais as tendências que não haverá custos, mas irão alterar a abordagem da sua empresa?
  • Quais as tendências que necessitaram de investimento financeiro?
  • Quais os custos e benefícios? Qual a viabilidade do investimento?
  • Quais as fontes de recursos que serão utilizados?

Elaborar um plano de ação com todas essas decisões perante as informações desses questionamentos e mãos à obra!

 Conceição Moraes