Ferramentas a favor da sua força de vendas


Atualmente existe várias ferramentas para apoio da construção do relacionamento com o cliente e parceiros. Parte dessas ferramentas você poderá testar por bom tempo gratuitamente para até aumentar o volume das atividades.
As ferramentas a seguir poderá contribuir para se comunicar, ativar e realizar vendas.

Fonte: https://www.flickr.com/photos/dragonfly_illustration/4191929112/sizes/s/

Contact Monkey – contribui para integração de email para atuação nas vendas. Possui relatório analítico e a utilização free são para 10 email por mês. http://www.contactmonkey.com
Streak – contribui para relacionamento com clientes e uma das ferramentas que compartilhamento de inbox e rastreamento por e-mail, além de programar os disparos. A utilização free é para 200 rastreamento. https://www.streak.com
Sidekick – contribui para monitoramento se os e-mail estão sendo abertos ou se abriram o link. Poderá programar os disparos de email e escolher quais precisam ser monitorados se foram abertos ou não. Gratuitos só para 200 e-mail por mês para monitoramento. http://www.getsidekick.com
Mailchimp – ferramenta para realização de e-mail maketing. Gratuito para 2000 e-mail por mês. http://mailchimp.com
Zoho – Gerenciamento do CRM da empresa com tarefas automatizadas, capitura o estágio do cliente no site que se poderá fazer intervenções para ativar e gerar conversões em venda. Gratuitos para 10 usuários. https://www.zoho.com/crm/
Brainshark – cria, compartilha e rastrea videos e apresentações a serem compartilhadas. Não ficou, para mim, claro a capacidade e preço para o nível avançado. http://www.brainshark.com/mybrainshark
Boomerang – ativar no gmail para programar, rastrear recebimento,clicks de links e prazo de resposta dos email enviados. Além de relatório analítico. https://chrome.google.com/webstore/detail/boomerang-for-gmail/mdanidgdpmkimeiiojknlnekblgmpdll?hl=en
 No mercado tem muito mais, essas são exemplos que poderá facilitar e gerar efetividade na sua estratégia de comunicam por email ou pelo site de sua empresa. Sempre teste antes de tomar a decisão para realizar a assinatura de qualquer ferramenta.
Pense integrado no se comunicar com o cliente e use os meios mais efetivos para chegar até ele!
Anúncios

Modelo de negócio: estruture sua oportunidade de negócio


Só para lembrar onde tudo começa, é na estruturação do modelo de negócio. Se você tem já uma oportunidade de negócio definida, comece a esboçar sua idéia. Para isso, utilize as informações deste quadro:

  1. Perfil de clientes: quem será seu cliente? Qual a capacidade de pagamento? O que eles mais gostam? O que eles mais reclamam?
  2. Valor agregado: qual o diferencial que será proporcionado, para que os clientes escolham sua empresa? Exemplo: design, processo de atendimento, novas tecnologias, novas abordagens de atendimento etc.
  3. Relacionamento: Qual abordagem de relacionamento com os clientes que serão desenvolvidas? Isso é fundamental para que os clientes possam ter uma primeira experiência com a empresa, de forma inusitada e que perdure essa relação.
  4. Canais de comercialização: os acessos que os clientes terão para concretizar a comercialização. Terá ponto de venda? Televendas? Comércio eletrônico? Entrega em domicílio?
  5. Principais parceiros: identificar as principais empresas que poderão contribuir para sua empresa funcionar.
  6. Principais atividades: quais as atividades que irão proporcionar a motivação, com a finalidade de criar laços de relacionamento com os clientes.
  7. Principais recursos: qual a infraestrutura necessária para a empresa funcionar? Custo operacional: qual o custo mínimo que a empresa necessita para funcionar? Aluguel? Telefone? Internet? Material de expediente? Serviços contábeis? Outros.
  8. Fluxo de receita: Qual a projeção de venda? Ocorrerá venda a vista ou a prazo? Quais os prazos estabelecidos? Quais os meios de pagamento a prazo?

A partir do modelo de negócio construído, você irá realizar algumas analises estratégicas, conforme a indicação do artigo anterior e uma das primeiras análises você conhecerá nos próximos artigos.

Fonte: Osterwalder(2010)

Quero voltar para o Brasil e abrir uma empresa, o que faço?


Muitas pessoas que tiveram alguma experiência no Brasil e reside no exterior, desejam voltar definitivamente  e abrir uma empresa. Sejam elas brasileiras ou estrangeiras, mas com um sonho em comum:  uma vida melhor, com clima agradável e um ambiente econômico cheio de oportunidades a serem exploradas.

É importante, antes de abrir uma empresa, iniciar um processo de análise da viabilidade da a oportunidade de negócio visualizada. Siga os seguintes passos:

Primeiro, analise o ambiente:

  • Situação atual quanto aos planos de desenvolvimento do país, da região e especificamente do local onde pretende empreender.
  • Legislação do segmento de sua oportunidade quanto abertura da empresa, processo de comercialização e trabalhista.
  • Identificação das instituições que promovam a qualificação de profissional.
  • Tendências sobre responsabilidade social e consumo consciente.
  • Aspectos culturais que facilitam ou inibem o consumo de produtos e serviços.
  • Poder econômico da população: grau de endividamento e capacidade de pagamento
  •  Sonhos de consumo da população.

Secundo, analise o segmento especifico que pretende atuar:

  • A rivalidade entre a concorrência quanto suas estratégias, abordagem de mercado e como se comportam em situações favoráveis e desfavoráveis
  • A identificação de produtos e serviços substitutos: sua presença no mercado quanto a tendência e forca de mercado.
  • Identificação de fornecedores e sua abertura para negociação.
  • Localização de clientes potenciais e seu grau de exigências.

Terceiro, construa sua estratégia de relacionamento com os clientes:

  • Canais de comunicação.
  • Meios de acesso a sua empresa.
  • Processo de comercialização e negociação.
  • Modalidades de pagamento.
  • Suporte e assistência técnica durante o consumo do produto ou serviço.
  • Espaço de interação com os clientes para experimentação, desenvolvimento de construção de novos produtos ou melhorias.

 Quarto, construa um plano de negocio.

E quinto passo e último, elabore um plano de implantação e monitoramento de todo o processo planejado.

Bom trabalho e não deixe de checar a veracidade de suas fontes de informações.