brand, Diferencial estratégico, Gestão empresarial, Marca, Mercado

Três pontos fundamentais para decisões na sua empresa


A gestão de uma empresa é importante item na boa condução do negócio. No enfoque aqui, vamos falar do setor de comércio. Para começar, responda a pergunta: você está realizando mudanças na sua empresa? Antes de responder, não se esqueça de considerar três aspectos importantes:

Gerenciar a imagem da marca

Antigamente, o nome e sobrenome das pessoas valiam “ouro”, quanto à sua credibilidade e respeito perante a sociedade. E a palavra das pessoas que transmitiam credibilidade sempre foi considerada verdade, praticamente, absoluta.

Não esquecendo o nosso passado, a marca precisa sempre fortalecer sua credibilidade nos seus pontos fortes. Qualquer ação que a empresa venha a fazer e proporcionar para o cliente precisa preservar e fortalecer o nome da empresa para esse público.

Aumentar a base de clientes

Muitas pessoas já estão cansadas de ouvir falar que é mais barato manter do que adquirir clientes. Essa verdade ainda continua existindo, mas não posso verificar se a empresa possui uma carteira de clientes suficiente para sua lucratividade ou se existem objetivos de expansão.

Diante disso, faz-se necessário sempre em pensar em como ampliar a base de clientes. A cada estratégia, ação promocional ou mudança na sua abordagem de atendimento, é importante refletir: como posso atender melhor os meus clientes e potenciais clientes que possuem o mesmo perfil e não estão interagindo com minha empresa? O que estou proporcionando vai cativar novos clientes também?

Crescimento da lealdade

Lealdade nos dias de hoje é um desafio para todas as empresas, com exceção de amantes das marcas. Pessoas que não trocam por nada a marca que ama, nem por produtos genéricos ou similares.

Será que a sua marca consegue cativar suficientemente seus clientes para serem verdadeiros amantes? Ou procura proporcionar um custo-benefício para gerar interesse de compra?

Algumas empresas promovem cupons de descontos, cartões de fidelidade e outros, gerando descontos rápidos para o cliente perceba a vantagem de continuar comprando na empresa.

Nas suas ações, nunca se esqueça que você poderá proporcionar e cultivar a lealdade dos clientes.Esses três aspectos precisam permear qualquer estratégia elaborada na sua empresa!

 

Anúncios
Diferencial estratégico, Empreendedor, Estratégias, Mercado, Modelo de negócio, Oportunidade de negócio

A Estratégia do Oceano Azul sob a ótica do modelo de negócios


Conforme os artigos anteriores existem várias abordagens para analisar e validar um modelo de negócio. A abordagem que será tratado neste artigo é a estratégia conhecida como “oceano azul”. Essa abordagem procura sair literalmente do quadrado na forma de analisar as questões organizacionais e de mercado. – Romper as fronteiras para achar novas oportunidades e soluções.

Dessa forma é chamado todas as estratégias e abordagens convencionais como sendo “oceano vermelho” e as abordagens e estratégias que venham proprocionar o novo, rompendo fronteiras, é considerado “oceano azul”.

Na figura abaixo, pode-se observar a comparação do “oceano vermelho e azul”:

azulevermelho

A proposta do aceano azul vem contribuir para muitas empresas sairem da mesmice e das idéias fixas ao olhar o mercado e nas crenças que baseiam suas tomadas de decisões.

O “oceano azul” consiste em reduzir os custos e, ao mesmo tempo, aumentando o valor para os clientes, conforme figura abaixo:

Nesse contexto, deve-se analisar o modelo de negócio, a partir dos seguintes princípios:

  • Esse meu empreendimento:
    • Reconstrue novas fronteiras do mercado
    • Está concentrada no panorama geral, não inúmeros
    • Vai além da demanda existente
    • Existe uma sequência estratégica

Depois da validação, organize seu processo de implantação do seu empreendimento para superar as principais barreiras organizacionais e o planejamento da sua execução na estrategica.

Pense que existe um mar de oportunidade inexplorada ao você romper as estratégias e abordagens tradicionais.

 

conceito de si, Empreendedor, Investimento, Modelo de negócio, Oportunidade de negócio, Planejamento, Plano de negócio

Sua empresa tem foco?


Existe empresas que estão sem foco de mercado porque seus produtos e serviços possuem diversas finalidades e ou diferentes perfis de clientes. Diante dessa situação, faz-se necessário avaliar todas as possibilidades e depois traçar prioridades. Utilize a tabela abaixo e descreva cada produto e ou serviço a partir da indicação de cada coluna.

 

Produto

Finalidade

Motivação de compra

Perfil de cliente

Oportunidade de venda

Dinâmina financeira

Rede de contato

Prod A Decoração Proporcionar beleza e bem estar

 

Gerar status

Classe A

 

Conhecedor da qualidade

Colecionador

Exposições

 

Indicação de arquitetos

 

 

Poucas vendas

 

Margem alta

 

Produzir por encomenda

Sr XXX

SraYYYY

Prod A Decoração Proporcionar beleza e bem estar

 

Classe B

Bom gosto

Varejo

 

Indicação de amigos

 

Merchandising

Muitas vendas

 

Margem intermediária

 

Produzir em escala

Não conhece varegistas
Prod B Terapeutica Reduzir estresse

 

Restaurar capacidade motora

 

Classe A e B

 

Empático com terapia alternativa

 

Varejo especializado para esses tipos de produtos

 

Vendas e margem intermediária

 

 

 

Conhece potenciais clientes

 

Não conhece potencias vendedores

             

Cada coluna precisa corresponder com a descrição de cada produto citado.

Detalhe:

  1. Descreva cada produto ou serviço
  2. Explane qual a finalidade de uso ou consumo
  3. Qual a motivação de compra? O que leva as pessoas comprarem aquele produto ou serviço?
  4. Qual o perfil de cliente? Qual estilo de vida? Renda? Localização geográfica?
  5. Quais as possibilidades de comercialização? Como conectar os clientes com os produtos? Quais os canais de comercialização?
  6. Qual a dinâmica exigida para a empresa? Qual o ritmo de produção? Qual a projeção financeira? Qual a necessidade de capital de giro?
  7. Quais os potenciais contatos que conheço para viabilizar o processo de comercialização?

A partir dessa descrição, deve-se analisar a realidade atual da empresa, a situação financeira, capacidade de investimento e a visão de longo prazo da empresa.

Priorize e detalhe sua abordagem estratégica e canalize seu tempo e ações!

Estratégias, Gestão empresarial

Sua empresa tem uma estratégia preservável ou suícida?


O famoso guru de competitividade, Porter, definiu estratégia como criar uma posição exclusiva e valiosa, envolvendo diferente conjunto de atividades.

As estratégias genéricas para atingir seus objetivos e vantagem competitiva de um empreendimento são através da  diferenciação, da escala de preço ou por enfoque.

Atuar através da diferenciação é buscar fortalecer positivamente a imagem e a marca da empresa, atender os clientes de forma customizada, gerar conveniência ao acesso aos produtos e serviços  e outras questões que tornem a empresa melhor que as demais. Não significa simplesmente atender com exclusividade somente  a classe A. Você poderá atender de forma diferenciada qualquer classe social ou seu público-alvo, desde que  os conheça bem seus hábitos de consumo, o seu processo de compra e seu estilo de vida.

Já atuar em escala de preço é favorável para mercado em que se possa comercializar um volume alto de produto ou serviço, ter o processo de execução otimizado de produção e atendimento, além de  gerenciar bem os custos.  O grande detalhe, é que muitos empresários só querem atuar com preços baixos sem observar os demais aspectos. Quando isso acontece, o processo é suiicida. Você pode refletir sobre a questão assistindo o vídeo  .

A terceira e última estratégia é a com enfoque, as decisões são misto das duas acima mais com uma definição mais apurada mercadologicamente com atuação em nichos de produtos, perfil de clientes, geograficamente se for um empreendimento 100% presencial ou atuar em tribos ou comunidades em redes sociais.

A melhor estratégia a ser escolhida vai depender do ambiente setorial em que a empresa atua, deve-se analisar a rivalidade entre os concorrentes, o tipo de relacionamento em que a empresa poderá ter com fornecedores e clientes, a possibilidade de surgir novos produtos e serviços do que você atua e a viabilidade de entrar ou sair do mercado sem ter grandes perdas.

Avalie sua estratégia! Uma empresa sem estratégia é uma empresa perdida e sem vida própria. Toda empresa precisa escolher uma estratégia preservável.