conceito de si, Empreendedor, Modelo de negócio

Grandes oportunidades, muitos caminhos para o sucesso


“Não há um Modelo de Negócios único… na verdade, o que há são muitas oportunidade e muitas opções, precisamos apenas descobrir todas elas.” 

(Tim O’Reilly, CEO, O’Reilly)

 Ao se construir um modelo de negócios cada empreendedor é influenciado com sua visão de futuro e de si. Essa influencia tende a modelar a abordagem de cada empreendimento concebido. Quando olhamos para os negócios já presente no mercado reforça essa constatação, uma vez que cada empreendimento possui uma abordagem, atendimento, mix de produto, relacionamento com cliente, cultura organizacional diferente um do outro, formando sua própria marca no mercado.

Quando se quer desenvolver um negócio altamente diferenciado, faz necessário simular, criando cenários de negócios para que se possa escolher qual será mais viável financeiramente e interessante diante das tendências de mercado.

Para contribuir para essa análise, Osterwalder procurou definer algumas abordagens para analisar os modelos de negócios. As abordagens são:

  • Ambiente de modelo de negócios
  • Avaliando modelo de negócios
  • A Estratégia do Oceano Azul sob a ótica do modelo de negócios
  • Gerenciando múltiplos modelos de negócios

Cada abordagem dessa você irá refletir junto comigo nos próximos artigos!

Anúncios
Comportamento do consumidor, Diferencial estratégico, Mercado

O poder do consumidor


Sempre se escuta falar de que devemos conhecer nossos clientes, mas será que os conhecemos realmente? Será que compreendemos o poder que eles possuem em nas empresas?

Alguns estudiosos começaram a investigar o poder do consumidor e criaram 03 modelos para tentar explicar sua capacidade e sua abordagem comportamental. Os modelos são:

(1) o modelo de soberania do consumidor;

(2) o modelo de poder cultural, e

(3) o modelo de poder discursivo

Quando se tenta conceitualizar a soberania do consumidor, procura-se observar seu poder de boicotar uma empresa ou um segmento por complete, sua capacidade de maximizar o consumo perante os custos, movimentos consumistas e outras situações em que as regras são ditadas pelos consumidores de forma explicita e implicita.

O poder cultural atua criando barreiras ou aceitação de produtos e serviços, quando se fala de cultura, contempla-se desde da história e atualidade de regimes politicos, situações geográficas, a sociedade em que o consumidor está inserido. Nesses casos, faz necessário, estudar todos os aspectos culturais para que se possa elaborar uma estratégia que leve a aceitação do produto naquele mercado.

O poder do discurso surge no dia-a-dia nos grupos sociais, estilos de vida, principalmente a peça fundamental dos formadores de opnião no mercado convencional e os defensores de marcas, no mercado virtual. O depoimento de um cliente sobre o consumo de um produto ou serviço, em alguns casos, abre ou fecha-se portas.

Diante do exposto, a atividade em que sua empresa atua está mais vulnerável em que modelo de poder?

Essa resposta é fundamental para se zelar e escolher estratégias certas para conquistar, respeitar e construir um relacionamento com seus clientes, pois eles tem o poder!

 

Fonte: Denegri-Knott et al., 2006.