Mercado, Modelo de negócio, Oportunidade de negócio, Planejamento

Modelo de negócio: estruture sua oportunidade de negócio


Só para lembrar onde tudo começa, é na estruturação do modelo de negócio. Se você tem já uma oportunidade de negócio definida, comece a esboçar sua idéia. Para isso, utilize as informações deste quadro:

  1. Perfil de clientes: quem será seu cliente? Qual a capacidade de pagamento? O que eles mais gostam? O que eles mais reclamam?
  2. Valor agregado: qual o diferencial que será proporcionado, para que os clientes escolham sua empresa? Exemplo: design, processo de atendimento, novas tecnologias, novas abordagens de atendimento etc.
  3. Relacionamento: Qual abordagem de relacionamento com os clientes que serão desenvolvidas? Isso é fundamental para que os clientes possam ter uma primeira experiência com a empresa, de forma inusitada e que perdure essa relação.
  4. Canais de comercialização: os acessos que os clientes terão para concretizar a comercialização. Terá ponto de venda? Televendas? Comércio eletrônico? Entrega em domicílio?
  5. Principais parceiros: identificar as principais empresas que poderão contribuir para sua empresa funcionar.
  6. Principais atividades: quais as atividades que irão proporcionar a motivação, com a finalidade de criar laços de relacionamento com os clientes.
  7. Principais recursos: qual a infraestrutura necessária para a empresa funcionar? Custo operacional: qual o custo mínimo que a empresa necessita para funcionar? Aluguel? Telefone? Internet? Material de expediente? Serviços contábeis? Outros.
  8. Fluxo de receita: Qual a projeção de venda? Ocorrerá venda a vista ou a prazo? Quais os prazos estabelecidos? Quais os meios de pagamento a prazo?

A partir do modelo de negócio construído, você irá realizar algumas analises estratégicas, conforme a indicação do artigo anterior e uma das primeiras análises você conhecerá nos próximos artigos.

Fonte: Osterwalder(2010)

Anúncios
Empreendedor, Mercado, Oportunidade de negócio, Plano de negócio

Copa 2014: oportunidades de negócios para pequena empresa


Houve o sorteio das eliminatórias para Copa 2014. Você tem acompanhado todo processo?


Fiquem atentos pois existe oportunidades de negócios para todos, inclusive para empreendedor individual e pequenas empresas. Leia mais no artigo http://blogs.diariodepernambuco.com.br/empreendedor/?p=185

Empreendedor, Oportunidade de negócio, Plano de negócio

Desafios de empreender no Brasil


Muitas pessoas, brasileiras ou estrangeiras, que vivem muito tempo fora do país, em um belo dia pretendem voltar e se estabelecer no Brasil. Será que possuem maior ou menor facilidade de empreender do que quem já mora há bastante tempo por aqui?

De acordo com o país de onde essa pessoa está emigrando, poderá ter dificuldade para entender a complexidade das relações entre proprietário e funcionário. Entre empresa e potencial cliente, além de entender a tramitação legal e as relações entre concorrentes.

Entretanto, essas mesmas pessoas poderão sair na frente, quando emigram de países desenvolvidos, porque vivenciam e usufruem produtos e serviços que ainda vão chegar ao Brasil, vivenciam realidades de mercados que já estão estáveis ou em grande mudança, que ainda vão ocorrer por aqui.

O mercado brasileiro possui, de inicio, a complexidade de entender e estudar o comportamento dos consumidores e seu perfil. A clareza que possui classes sociais que não poderão consumir seus produtos e serviços e que significados serão gerados para os clientes potenciais perante a empresa.

As relações trabalhistas legais e relacionais mudam de um país para o outro. Aqui, no Brasil, temos diversos direitos legais, tais como, férias, décimo terceiro salário, descanso semanal, seguro desemprego, benefício quanto auxilio à doença e outras questões, Quanto aos aspectos relacionais, envolve grau de comprometimento, profissionalismo e relacionamento interpessoal entre o proprietário e funcionários. Isso modifica bastante entre os países, e podem provocar situações favoráveis ou desfavoráveis.

Não podemos esquecer da forma de pensar do empresariado brasileiro que, na maioria das vezes, é diferente do estrangeiros ou emigrante. Geralmente, o brasileiro abre um empreendimento na busca de sua sobrevivência e a empresa é extensão de sua casa, essa realidade, dar um sentido próprio de conduzir as empresas diferente do perfil empresárial estrangeiro.

Enfim, sempre é bom conhecer a cultura e as relações entre as pessoas de um país, antes de empreender!